Últimas Notícias
SERRA-ES
1 março 2021

Suspeito de esfaquear ex-namorada na Serra é preso e diz que tentou se defender

739844937-suspeito-facadaex

O auxiliar de serviços gerais Loan Eugenia Madeira, de 27 anos, foi preso, no início da tarde desta terça-feira (15), em Cariacica. Segundo a polícia, Loan, que foi detido quando estava na casa de uma amiga, é suspeito de esfaquear a ex-namorada, uma adolescente de 16 anos, e um rapaz que teria tentado ajudar a vítima. O crime aconteceu na noite de segunda-feira (14), em Balneário Carapebus, na Serra.

O suspeito foi detido por policiais da Delegacia Especializada em Homicídios Contra à Mulher. De acordo com o delegado Adroaldo Lopes, responsável pelas investigações, a polícia armou um cerco próximo ao local onde foi informada de que Loan estaria.

“Assim que fomos informados, usamos da inteligência e verificamos que ele havia feito um deslocamento do município da Serra a Cariacica. Então eu desloquei uma equipe, que ficou durante a madrugada diante de uma residência, olhando para ver se ele saía, já que não tinha mandado de busca para essa residência e também por conta do horário. Pela manhã, essa equipe foi rendida por uma outra equipe nossa. E, por volta das 13 horas, uma pessoa saiu dessa casa e foi abordada. Essa pessoa era uma amiga do Loan e confirmou a presença dele dentro da casa. Essa equipe acionou as demais, que foram para o local e, com autorização dessa moça, entraram na casa e fizeram a prisão”, explicou Adroaldo.

Segundo a polícia, o suspeito confessou o crime e não demonstrou arrependimento. Em depoimento, ele alegou que tentou assassinar a ex-companheira porque ela teria ido até uma boca de fumo, no bairro onde mora, para contratar pistoleiros para matarem o ex-companheiro.

Loan contou que, no último fim de semana, três homens armados teriam ido à casa dele para matá-lo. No entanto, segundo ele, o grupo não conseguiu o encontrar dentro do imóvel porque ele conseguiu se esconder no banheiro e também porque a janela de sua casa possui grades, impedindo a entrada dos criminosos.

“Fiz isso porque ela estava armando para a minha cabeça. No sábado eu recebi um telefonema de um cara falando que minha ex-mulher estava armando para minha cabeça. Falei com minha mãe e fiquei quieto. No domingo, minha ex-mulher me mandou uma mensagem perguntando se eu estava em casa. E por volta de meia-noite, três caras armados entraram lá em casa, abriram a janela com a lanterna, mas não conseguiram entrar por causa da grade. Me escondi dentro do banheiro e fiquei quietinho. Depois liguei para minha mãe e falei que o cara tava tentando me matar aqui”, contou.

A polícia, no entanto, não acreditou na versão apresentada pelo suspeito e o encaminhou para o presídio.

O crime

Segundo testemunhas, pouco antes do crime, na noite de segunda-feira, o suspeito teria dito à vítima que o filho de seis meses do casal estaria com ele. “Ele ligou falando que a criança estava na casa dele e, quando ela chegou para pegar o filho, ele a esfaqueou pelas costas”, disse a tia da adolescente, que preferiu não se identificar.

O casal estava separado ha três semanas. Logo após a separação, o rapaz teria pedido para passar um fim de semana com o filho e, até a tarde de segunda-feira, não tinha devolvido a criança para a mãe.

A mulher jovem teve ferimentos no abdômen e no rosto. Um homem que passava pelo local tentou socorrer a adolescente e também foi ferido. “Eu não sei quem é ele, mas Deus colocou esse jovem no caminho dela para ajudar ela. Se não fosse por ele, ela teria morrido”, contou a tia da adolescente.

O rapaz, identificado como Leandro Nascimento, foi socorrido para o Hospital Jayme dos Santos Neves, na Serra. A adolescente passou por uma cirurgia durante a noite. Segundo a tia da adolescente, ela continua internada e o quadro de saúde é grave. O rapaz que tentou ajudá-la também está no hospital.

Fonte: Folha Vitória

PREVISÃO DO TEMPO

CUPOM DESCONTO