Últimas Notícias
SERRA-ES
28 fevereiro 2021

Quadrilha é presa por adulterar cerveja; 13 mil garrafas foram apreendidas

img_20150818_wa0060_1_-3948394

Uma quadrilha que adulterava garrafas de cerveja foi presa na noite desta terça-feira (18) em um galpão de Cariacica. No local, foram encontradas cerca de 13 mil garrafas da bebida, de 600 ml, com rótulos trocados. Ao todo, doze pessoas foram detidas.
A delegada Lana Lages, chefe do Núcleo de Repressão à Organizações Criminosas (Nuroc), afirmou que o grupo vinha sendo monitorado há cerca de um mês.
“A quadrilha comprava cervejas de marcas mais baratas como Cristal, Local e Outra e substituíam os rótulos e as tampas por marcas mais caras, como Skol e Brahma”, afirma a delegada. Em seguida, os produtos adulterados eram vendidos para comerciantes.


As cervejas mais baratas eram compradas por R$ 2,20 e revendidas por cerca de R$ 4 aos comércios. No galpão, foram encontradas 800 caixas de cervejas.

Segundo a delegada, doze pessoas estavam no galpão, muitas delas de outros estados do Brasil, como Tocantins e Goiás.
“Acreditamos que a quadrilha trabalha em nível nacional, com braços em vários Estados”, disse a chefe do Nuroc. Todos eles serão encaminhados à delegacia para prestar depoimento.
Além das garrafas, rótulos e tampinhas, a operação encontrou no galpão baldes de cola e martelos, usados no processo de adulteração das garrafas.
Tudo era feito sem as mínimas condições de higiene. “O local é fétido e sujo. Provavelmente havia muita contaminação das cervejas com germes e bactérias”, declarou a delegada.
A delegada não soube dizer para que locais exatamente as cervejas eram vendidas nem se os comerciantes que compravam os produtos sabiam do esquema ou se também eram enganados pela quadrilha.
“Não descartamos a possibilidade de haver comerciantes envolvidos no esquema e provavelmente haverão mais prisões relacionadas ao caso”, concluiu a delegada.
Fonte: Gazeta Online

 

PREVISÃO DO TEMPO

CUPOM DESCONTO