Últimas Notícias
SERRA-ES
26 fevereiro 2021

Projeto prevê passagem subterrânea em Carapina para aliviar trânsito

Para os condutores que precisam trafegar pela região de Carapina, na Serra, uma nova obra do governo do Estado promete ser a solução para os longos congestionamentos que se formam quase todos os dias. Trata-se da ampliação da BR 101, que além do aumento do número de faixas de rolamento, prevê também a construção de uma passagem subterrânea em frente ao Vitória Apart Hospital.

Avaliado em R$ 125 milhões, o projeto está em fase final de análise para liberação de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES). As obras serão iniciadas assim que a quantia for repassada aos cofres estaduais e terão duração de dois anos

Conforme explica a subsecretária de Estado de Mobilidade Urbana, Luciene Becacici, todo o trecho entre o viaduto da Vale, próximo à estrada de ferro Vitória-Minas, até a atual entrada do aeroporto Eurico Salles sofrerá modificações. A principal delas é a construção de uma passagem subterrânea na altura do Vitória Apart Hospital, aproveitando a inclinação do solo existente no início da Reta do Aeroporto.

“Esse túnel será utilizado apenas pelos motoristas que vierem no sentido Serra-Vitória e que precisam fazer uma conversão à esquerda par acessar locais como Eurico Salles, Bairro de Fátima, Jardim Camburi e a orla de Camburi”, explica Luciene.

Ao entrarem pelo túnel, os condutores sairão direto na avenida João Palácio, próximo ao Shopping Mestre Álvaro. Nos demais sentidos não haverá mudança. “Essa alteração fará com que o semáforo que existe naquela região passe de três para dois tempos. Assim, teremos um melhor fluxo de veículos”, pontua a subsecretária.

Tanto o sentido Serra-Vitória quanto o sentido contrário ganharão mais uma faixa de rolamento, além de novas calçadas e de ciclovia.

Viaduto

Mas, enquanto o projeto de melhorias na BR 101 é considerado urgente pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), a construção de um viaduto um pouco mais à frente, interligando a avenida Fernando Ferrari à Adalberto Simão Nader (que hoje passa por uma ampliação, com a criação de mais uma via de acesso ao novo terminal de passageiros do aeroporto) , ainda não tem previsão para sair do papel.

Embora seja discutida desde 2009, a ideia desenvolvida pela Prefeitura de Vitória e que deverá ser executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) não entrou no pacote de investimentos a serem captados do BNDES. No entanto, Luciene não descarta sua criação no futuro.

“Entendemos que é preciso um projeto mais adequado à nova realidade do aeroporto. Esse viaduto será utilizado por quem vem da Serra em direção à orla de Camburi, com o objetivo de aumentar a capacidade de fluxo da região à medida que reduzimos o sinal de três para dois tempos. Entendemos que essa mudança é importante e ela será feita tão logo captarmos novos recursos”, garante a subsecretária.

 

Fonte: Gazeta Online

PREVISÃO DO TEMPO

CUPOM DESCONTO