Últimas Notícias
SERRA-ES
26 fevereiro 2021

Preso suspeito de ser o mentor de roubo milionário no Aeroporto de Vitória

414222080-mentor-rouboaeroporto

A polícia prendeu, na última quinta-feira (2), um homem suspeito de ser o maior interceptador de cargas do Espírito Santo. De acordo com a polícia, Alcenir Pereira dos Santos, de 37 anos, foi o mentor do roubo milionário, ocorrido em maio do ano passado, na empresa aérea TAM, no Aeroporto de Vitória.

Alcenir havia sido preso no último sábado (27), na Serra, com um caminhão roubado e carregado de monitores. Na ocasião, ele pagou fiança no valor de R$ 7 mil e foi liberado.

No entanto, na última quinta-feira (02), por volta das 13 horas, ele foi detido mais uma vez, em frente ao Fórum de Vitória. Contra ele havia um mandado de prisão em aberto. De acordo com a polícia, o suspeito já tem passagem por receptação, roubos e formação de quadrilha.

O assalto ao galpão da TAM no aeroporto de Vitória aconteceu no dia 22 de maio de 2014. Uma quadrilha, que teria sido chefiada por Alcenir, roubou mais de R$ 1 milhão em celulares. Os suspeitos invadiram o terminal de cargas do aeroporto, usando máscaras e armas.

Na época, eles renderam sete funcionários da empresa aérea e fugiram em um caminhão-baú pela Rodovia do Contorno, na Serra. Os funcionários foram levados no veículo e mantidos reféns.

Apesar de Alcenir negar o envolvimento nesse e em outros crimes, a polícia tem certeza de que ele é o mentor do roubo milionário. “Ele planejou todo o roubo, arranjou o pessoal, articulou, financiou. E depois, com a carga, ele conseguiu fazer a revenda para outros estados. Ele nega os crimes, mas nós temos informações precisas de pessoas que participaram do roubo, ou que iam participar, de que ele realmente era o mandante do crime”, ressaltou o delegado Guilherme Daré, da Delegacia Patrimonial.

Outra prisão

Na última segunda-feira (29), a policia prendeu Roberto Carlos Teixeira, de 32 anos, conhecido como “Bebeto”, no bairro Rio Marinho, em Vila Velha. O suspeito já foi detido três vezes em 12 anos por receptação, porte de arma e roubo.

Na casa dele, os policiais encontraram um veículo roubado onde havia uma carga de produtos veterinários. O material foi roubado em outubro do ano passado. A carga foi avaliada em R$ 30 mil.

Após a prisão de Bebeto, a polícia conseguiu ter informações sobre o paradeiro de Alcenir. Ainda de acordo com a policia, Alcenir tem vários contatos em diferentes estados do Brasil. Com isso, ele conseguiu vender a carga, que até hoje não foi encontrada.

“Tem gente solta e a gente preferia não informar mais nada, porque estamos investigando e o inquérito está em andamento. A gente espera daqui a alguns dias prender as outras pessoas envolvidas”, frisou Daré.

Fonte: Folha Vitória

PREVISÃO DO TEMPO

CUPOM DESCONTO