Últimas Notícias
SERRA-ES
25 fevereiro 2021

Jovem é assassinado em baile funk na Serra

braz-3978999

Um jovem de 20 anos foi assassinado durante um baile funk na madrugada deste domingo (13), em Planalto Serrano, na Serra. A família acredita que a motivação do crime tenha relação com a namorada da vítima.
Emanuel de Oliveira Braz mantinha um relacionamento amoroso com uma jovem há aproximadamente um mês. Eles estavam juntos no momento do crime. A praça onde acontecia o baile funk estava cheia.
Testemunhas disseram que Emanuel estava com um grupo de amigos na festa. Por volta das 5h30, um homem teria chegado de moto no local e atirado contra a vítima.
“Disseram que antes de atirar ele chamou o Emanuel pelo apelido. Assim que ele se aproximou, o rapaz disparou várias vezes contra a cabeça dele, na frente de todo mundo”, contou o cunhado da vítima, um operador de máquinas de 22 anos.
Cinco perfurações atingiram Emanuel. Segundo a polícia, houve correria na praça onde acontecia o baile funk. A namorada da vítima, que estava com ele, entrou em estado de choque.
Apesar de não saber explicar o que aconteceu, a família acredita que a garota tenha sido o motivo que levou o atirador a matar Emanuel.
Aviso à família
Familiares do jovem ficaram sabendo sobre o crime por meio de vizinhos. Logo depois, amigos de Emanuel foram até a casa do rapaz dirigindo o carro que a vítima estava e contando sobre o que aconteceu. Ao saber do crime, o irmão do jovem, que tem 18 anos, ficou desesperado e fugiu.

Pastor pressentiu a morte
Foto: Carlos Alberto Silva Pai do jovem morto, pastor diz que orou pelo filho na madrugada antes de sua morte

O pai de Emanuel, um pastor de 51 anos, teve um pressentimento antes da morte do filho. Durante a madrugada, ele chegou a levantar e orar pela vítima. Emanuel havia saído de casa no sábado às 12h e só voltaria na manhã deste domingo, após a festa.

“Eu acordei às 4h angustiado, sentindo algo estranho. Sonhei que estavam arrancando um dente meu e isso simboliza a morte, uma parte de você que está sendo retirada. Eu me levantei e orei pelos meus dois filhos homens. Sabia que alguma coisa ia acontecer”, declarou.

De acordo com o pastor, esta não foi a primeira vez que ele teve um pressentimento. Há aproximadamente um mês uma revelação foi feita a ele de que algo ruim aconteceria com alguém da família.

“Eu estava na igreja quando tive uma revelação. Tinha certeza que era com algum dos meus filhos. Conversei com eles e pedi para que se afastassem das amizades ruins. Hoje veio a resposta”.

Entrevista
Pastor há mais de 10 anos, o pai do jovem Emanuel busca na fé força para superar a morte do filho.

Como era o Emanuel?
Ele era um bom filho, tranquilo, costumava ir na igreja. Ele nunca me deu trabalho com nada.

Ele costuma frequentar bailes funk?
Sim, ele ia. Por mais que eu aconselhasse e pedisse para não ir. Sempre achei muito perigoso.
O senhor dava conselhos para ele?
Vários. Sobre as pessoas com quem ele andava, os lugares aonde ia. Mas ele achava que não estava fazendo nada de errado.
O que o senhor acha que aconteceu?
Disseram que tem relação com a namorada dele, mas eu não sei. Ele nunca falou de ameaças ou de algum problema que tivesse.
Acredita na Justiça?
Na de Deus. Entrego nas mãos dele. A justiça do homem falha, mas a de Deus não.
Fonte: Gazeta Online

PREVISÃO DO TEMPO

CUPOM DESCONTO