Últimas Notícias
SERRA-ES
4 março 2021

Grupo protesta no Centro de Vitória contra aumento da passagem do Transcol

fab8a7a6_61dc_4609_8dcc_c41fd44bb1e1-4115609

Estudantes e integrantes de movimentos sociais fazem um protesto contra o aumento da passagem dos coletivos do Sistema Transcol.
Com faixas e cartazes, os manifestantes interditam parte das avenidas Getúlio Vargas e Jerônimo Monteiro, no Centro de Vitória, em frente ao Palácio Anchieta. Apenas uma faixa em cada avenida está liberada para a passagens de veículos.
Entre as entidades presentes na manifestação estão a União Nacional dos Estudantes (UNE), União dos Estudantes Secundaristas do Espírito Santo (Ueses), Diretório Central dos Estudantes da Ufes (DCE-Ufes), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), União da Juventude Socialista (UJS) somados a representantes do movimento negro.
Enquanto os estudantes realizam o ato nas vias, um grupo de mais de 20 policiais se posiciona na porta do Palácio Anchieta.
Além de faixas e bandeiras com dizeres contra o aumento, manifestantes soltam fogos para chamar atenção para o ato no Centro de Vitória.
Reivindicações
A manifestação foi definida durante reunião entre membros dos grupos na tarde do último sábado (09), na Praça Costa Pereira, no Centro de Vitória.
“Desde 2005, esses grupos atuam contra os aumentos. Na sexta-feira, assim que houve a definição desse aumento abusivo, marcamos o encontro de sábado. Cerca de 80 pessoas compareceram na reunião, quando definimos a manifestação, e esperamos 1000 manifestantes lá, que é o número de pessoas que confirmaram presença no evento na rede social”, conta Guilherme Cogo, diretor de organização do Centro Acadêmico Livre de Ciências Sociais e representante estudantil do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Ufes.
Segundo o presidente estadual da UJS, Jonas Lube, a decisão do Conselho Tarifário não foi democrática e não ouviu os estudantes. “Reajuste em um período de férias, quando não há um debate com a sociedade? E um aumento acima da inflação acumulada de 2015. Não é justo”.
Além do fim do reajuste de 12,24%, os integrantes do movimento carregam outras bandeiras, como melhorias no sistema de transporte público da região metropolitana e a implantação do passe livre irrestrito para estudantes.
“A ideia é mostrar nosso repúdio. A qualidade dos ônibus é ruim: sucateados, lotados, quentes. Nada justifica um aumento desses”, reclama Luiz Costa, presidente da União dos Estudantes Secundaristas do Espírito Santo (UESES), entidade que representa os alunos de ensino médio e técnico.
O reajuste
A passagem do Sistema Transcol passou de R$ 2,45 para R$ 2,75 a partir desta segunda-feira (11). O reajuste de R$ 0,30 foi definido na última sexta-feira na reunião do Conselho Tarifário da Grande Vitória. Aos domingos, o valor passou de R$ 2,15 para R$ 2,40
Fonte: Gazeta Online

PREVISÃO DO TEMPO

CUPOM DESCONTO