Últimas Notícias
SERRA-ES
26 fevereiro 2021

Família impede entrada de bandido e tem residência alvejada na Serra

738125375-arma-toca

Uma família, que mora em Serra Dourada II, na Serra, foi alvo de um acerto de contas. Um atirador efetuou diversos contra a residência, na madrugada desta quarta-feira (18). A família acredita que os disparos sejam uma retaliação, já que há 15 dias teriam impedido que um bandido entrasse na casa quando fugia da polícia.

Imagens captadas por uma câmera de segurança de outra residência mostraram o momento em que um homem caminhava pela rua. Em alguns momentos ele, que estava de capuz, aparecia tentando se esconder próximo a muros. Minutos depois ele parou, apontou a arma em direção a casa e começou a atirar. Após os disparos ele fugiu em direção a outro imóvel.

“Eu escutei um tiro e a minha menina gritou. Quando olhei, o cara estava de touca e com a pistola apontada para a minha casa. Não dava para reconhecer”, contou o eletricista de 47 anos.

A família inteira do eletricista estava em casa. Uma das filhas, de 14 anos estava na varanda. “Estava meu genro e minha filha, que está grávida. Ela passou mal e a minha outra filha de 14 anos desmaiou. A gente não sabia se segurava uma ou a outra. Foi um desespero muito grande”, relatou a dona de casa.

A família mora no local há mais de 20 anos. Nunca tiveram passagens pela polícia e convivem bem com os vizinhos, mas há 15 dias o eletricista teve um desentendimento com um jovem de 18 anos. “O rapaz foi pular o muro das minhas casas que são alugadas e eu não deixei”, contou o eletricista.

Ele acredita que esse fato tenha motivado o jovem a ir até a casa e atirar contra ele. Mas ele não veio sozinho. Nas imagens ele caminhava sozinho pela rua, mas antes disso ele saiu de um carro onde havia mais três pessoas. Todas usavam capuz e aguardaram para dar fuga após o disparo ser efetuado.

A polícia foi acionada e o carro em que os suspeitos estavam foi localizado. “Após o acionamento do Ciodes, nós fomos até lá e conseguimos localizar o veículo. Quando eles viram a guarnição, tentaram fugir, mas foram alcançados”, explicou o cabo Hudson.

A arma utilizada foi uma pistola calibre 380. O suspeito de efetuar o disparo esteve na delegacia, mas preferiu não falar com a imprensa.

Fonte: Folha Vitória

PREVISÃO DO TEMPO

CUPOM DESCONTO