Últimas Notícias
SERRA-ES
27 fevereiro 2021

Estudante de Medicina tenta furar blitz e provoca destruição em feira livre na Praia do Canto

511787217-feira-praia-do-canto

 

Um estudante de medicina foi preso na madrugada desta quinta-feira (30) após furar uma blitz e invadir uma feira na Praia do Canto, em Vitória. De acordo com testemunhas, os feirantes estavam arrumando as barracas quando foram surpreendidos pelo jovem, que acabou batendo nos veículos que estavam estacionados.

Quatro carros foram atingidos. Imagens de câmeras de segurança mostraram o momento em que dois veículos foram arrastados. Segundo a polícia, era por volta das 3h40 quando o jovem de 24 anos, aparentemente com sinais de embriaguez, voltava de uma boate acompanhado de três amigos.

“Nós estávamos em uma fiscalização de trânsito de foco em embriaguez em uma região de bares. Então, todos os condutores naquela região seriam abordados e convidados a fazerem o teste do bafômetro. Por isso que ele foi abordado. Quando nós ordenamos a parada ele já parou batendo na guia da calçada e estourou o pneu dianteiro direito. Pedimos para ele descer do veículo, mas ele acelerou. Achamos que ele ia parar, pois a feira já estava quase montada, mas ele não quis nem saber. Saiu abrindo caminho na feira, jogando barraca para o alto, batendo nos veículos e quase atropelou os feirantes”, contou o capitão Isaac, da Polícia Militar.

“Achamos que ele ia parar, pois a feira já estava quase montada, mas ele não quis nem saber. Saiu abrindo caminho na feira, jogando barraca para o alto, batendo nos veículos e quase atropelou os feirantes”

Segundo testemunhas, depois de atingir três carros, mesmo com o pneu do veículo furado, o estudante seguiu até o final da feira, onde fez mais estragos. O universitário também atingiu a traseira do carro usado por um dos feirantes para transportar e vender ovos.

“Quando eu vi o carro em alta velocidade só deu tempo de correr e escutar a batida no meu carro. A minha barraca também foi jogada. Se nós não tivéssemos corrido ele teria nos machucado bastante ou até morrido, por conta da alta velocidade”, disse o feirante Cláudio Rangel.

O rapaz foi detido e levado para a 1ª Delegacia Regional de Vitória. A advogada, contratada pela família, orientou o estudante a não gravar entrevista. “Eu não conversei com ele para saber se ele bebeu ou não, pois ele está muito chateado com a situação. Ele só está pensando na mãe e no pai”, explicou a advogada Bárbara Louzada.

Fonte: Folha Vitória

PREVISÃO DO TEMPO

CUPOM DESCONTO