Últimas Notícias
SERRA-ES
25 fevereiro 2021

Começa a faltar combustível em postos da Grande Vitória

1_20150930062858-3996275

A BR distribuidora está restringindo os pedidos de gasolina dos postos de combustíveis capixabas, provocando desabastecimento em alguns estabelecimentos.
Desde a última sexta (20), empresários estão encontrando dificuldades para reabastecer seus estoques.
O dono de um posto na Serra, que preferiu não se identificar, disse ter sido surpreendido na última semana por uma redução em seu pedido. Dos 30 mil litros de gasolina encomendados, apenas 10 mil litros foram entregues.
Segundo o empresário, a distribuidora alegou que está readequando os pedidos. “Era a quantia que eu tinha para trabalhar durante todo o fim de semana, ainda não acabou, mas se continuar as restrições nos pedidos, acredito que até amanhã ficarei sem gasolina para vender”, explica.
Esta não é a primeira vez que a distribuição de gasolina sofre restrições no Espírito Santo em 2015. Segundo os donos de postos, sempre que há alguma greve de petroleiros ou diminuição na produção nas bacias capixabas, o combustível sofre uma redução na oferta. Eles também temem que dezembro haja ainda mais dificuldades para receber o produto. Outro combustível em falta é o diesel s-10.
Reajuste
Segundo os comerciantes, o preço da gasolina já havia aumentado, há duas semanas, em R$ 0,50 no repasse aos postos. A estimativa é que com uma menor oferta, o preço aumente e a gasolina comece a faltar em alguns locais. “Isso prejudica bastante, pois o nosso comércio perde credibilidade. A cada dia sem vender gasolina são R$ 20 mil que deixam de entrar no caixa, um prejuízo líquido diário de R$ 3 mil. É uma situação preocupante e eu não posso fazer nada, fico de mãos atadas”, revela.
O déficit atrapalha até donos de postos de outras bandeiras. O empresário Fabiano Poncio trabalha com a franquia Ipiranga, mas abastecia seu estoque com o combustível vindo das bacias capixabas, que era retirado no porto de Tubarão. “Agora preciso comprar a gasolina em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, e trazer de caminhão até a Serra. Além disso, fico trabalhando com o tanque do posto cheio, já que não sei se a produção pode diminuir”, conta.
A BR distribuidora afirma que pode ter havido um atraso pontual em algumas entregas, mas que não houve nenhum descompasso na produção. A empresa disse que há pontos alternativos em Duque de Caxias (RJ) que podem suprir a demanda no Estado, no entanto não informou os motivos da instabilidade de abastecimento. Segunda a empresa, a situação deve ser regularizada nos próximos dias.
O Sindicato do Comércio Varejista dos Derivados de Petróleo do Estado do Espírito Santo (Sindipostos-ES) informou que não tem informações detalhadas e oficiais sobre a falta de combustíveis e risco de desabastecimento nos postos do estado. Mas confirmou que “estão acontecendo atrasos e entregas em quantidades inferiores às solicitadas pelos revendedores, o que já está provocando a falta de produto em alguns estabelecimentos”.
“Mais uma vez, como vem ocorrendo nos últimos anos, revendedores e população ficam numa situação de incertezas quanto ao que pode acontecer nos próximos dias”, destacou o Sindicato em nota.
Fonte: Gazeta Online

 

PREVISÃO DO TEMPO

CUPOM DESCONTO