Últimas Notícias
SERRA-ES
7 março 2021

Bandidos usaram até tesoura para furtar celulares em show na Serra

festeja_min_db-4030085

Após um dos maiores eventos sertanejos do Estado, no sábado (31), uma enorme fila foi formada na delegacia durante o dia deste domingo (1º). Dezenas de pessoas tiveram celulares e objetos furtados durante a festa. Os criminosos chegaram a usar tesouras para cortar e levar as bolsas das vítimas.
A polícia acredita que os bandidos tenham agido em grupos para cometer os crime, que aconteceram em todas as áreas do evento, da pista ao camarote open bar. Na maioria dos casos, eles esbarravam nas vítimas para distraí-las e assim furtá-las.
“Eu estava conversando com um grupo de amigos em uma roda. Senti alguém esbarrando em mim e logo em seguida percebi que minha bolsa estava aberta”, declarou uma nutricionista de 26 anos que teve o celular furtado.
Foi assim também para uma administradora de 31 anos, que viu o momento de diversão se transformar em desespero.
“Eles usaram uma tesoura para cortar a minha bolsa. Fiquei com um pedaço dela na mão olhando o rapaz fugir com minhas coisas. Eu não pude fazer nada na hora”, disse chorando.
De acordo com relato das vítimas, elas comunicaram os seguranças da festa a respeito dos crimes, mas eles chegaram a ironizá-las.
“Um deles me disse: Pra que você trouxe celular? Os outros ficaram me olhando debochados, dizendo que não tinham o que fazer. Paguei caro para ir ao evento, estava no local mais caro da festa e não tive o mínimo de segurança”, disse a administradora.
A produção do Festeja ES informou, por meio de nota, que o evento contou com o efetivo de 460 seguranças privados, responsáveis por garantir a segurança e bem-estar de todas as pessoas presentes.
Também foi informado que a produção possui um setor de achados e perdidos, para onde todos os bens encontrados na área do festival foram encaminhados. Para mais informações sobre estes itens, a pessoa deve se dirigir à sede da Multiservice, localizada no Pavilhão de Carapina, no prazo de 4 dias, ou entrar em contato pelo 3338-9911, a partir desta terça-feira (3). Após esse período, todos os bens não resgatados serão enviados para a Polícia Civil.
A Polícia Civil ressaltou que é fundamental que as pessoas façam o boletim de ocorrência para em casos do celular ser encontrado, for possível entrar em contato com o dono do aparelho.
Ainda de acordo com a polícia, quem perdeu o celular e tiver o número do IMEI que se encontra na nota fiscal do aparelho, é possível bloqueá-lo.
 Fila para fazer o boletim de ocorrência
Investigadores registraram boletins de ocorrência durante todo o dia deste domingo (1º) na Delegacia Regional da Serra, município onde aconteceu o evento. De acordo com eles, apenas na parte da manhã mais de 30 casos de furto tinham sido informados à polícia. O número impressionou as vítimas.
“Não imaginava que tantas pessoas tinham passado pela mesma situação. Quando cheguei na delegacia e vi a fila, fiquei assustada”, disse uma administradora de 30 anos.
Pelas redes sociais, outras vítimas relataram os furtos e manifestaram a insatisfação com o evento. Alguns disseram ter pagado até R$600 para ir ao evento.
“Paguei caro pelo ingresso e achei muito mal vigiado. Só tinha segurança para bloquear a saída com bebida do camarote para a pista e para vigiar quem poderia entrar no camarote”, comentou na internet uma jovem que teve um Iphone 6 furtado.
De acordo com uma nutricionista de 26 anos, a revista era falha e ela entrou no local sem ser abordada por nenhum segurança.
“Não chegaram a me revistar. Eu poderia estar com uma faca que ninguém ia saber. Isto é um absurdo!”, desabafou.
Fonte: Gazeta Online

 

PREVISÃO DO TEMPO

CUPOM DESCONTO